terça-feira, 3 de abril de 2018

A Descriminação Laboral Ainda É Algo Atual!

A Páscoa é sempre uma altura de muito movimento nos centros comerciais porque ainda há muita gente que se dá ao "trabalho" de juntar a família (ora precisa de comida ora precisa de bebida ora precisa de café). Portanto, conclui-se que, trabalhando eu num centro comercial, a minha Páscoa foi tudo menos calma e descansada; foi, de facto, extremamente cansativa e hoje é o meu sexto dia de trabalho desta temporada. 

Conclusão: a minha capacidade de paciência parece estar no nível menos 0 e a minha sensibilidade, ao nível dos Picos da Europa. Volto a dizer que fico grata por ter trabalho, por poder ter capacidade de me sustentar e ter as coisas que preciso/desejo mas trabalhar em atendimento ao público tem tanto que se lhe diga. Desgasta-nos. Corrói-nos. Chega até a desmotivar-nos. E porquê? Porque lidamos com cada atitude, resposta, que nos lança numa bola de desmotivação em relação à humanidade.  

"Estuda, Maria Rita, se não estudares vais acabar por vir trabalhar para aqui."

Eu estremeço só de ouvir isto porque sim, pelos vistos acontece mais vezes do que aquilo que gostaríamos. Serás que as pessoas são assim tão incultas e preconceituosas ao ponto de dizerem isto? E quem estudou e tem até tem um canudo de baixo dos braços e está ali? E quem não teve possibilidade de prosseguir os estudos, por alguma razão e está ali? E quem trabalha para poder estudar e está ali? E quem trabalha por gosto e está ali? Com que necessidade há de se dizer isto?

O mundo só é mundo porque as pessoas trabalham e todas as funções são necessárias para o mundo girar, logo, todas são válidas e de mérito. Não descriminem, não desvalorizem, não desratem ninguém. E sejam absolutamente felizes!


7 comentários:

  1. Há pessoas muito pobres de espírito realmente.

    ResponderEliminar
  2. Totalmente de acordo contigo! Se não houvesse um Homem do lixo, vivíamos no meio de quê? Se não houvesse um pedreiro, vivíamos na rua? Todo e qualquer tipo de profissão, com ou sem canudo é indispensável, e nem toda a gente tem a mesma sorte, ou as mesmas cunhas...Hoje em dia o mais importante é mesmo ter um trabalho!
    Dou-te um exemplo que se passou com uma pessoa que conheço, encontrou alguém a pedir na rua, e perguntou-lhe se queria que lhe arranja-se um trabalho na limpeza, a pessoa respondeu que não, porque era contabilista e era vergonhoso ir fazer limpezas, preferia pedir na rua! É esta a mentalidade das pessoas, infelizmente!

    ResponderEliminar
  3. Para mim é inconcebível esse tipo de descriminação!

    Não podes ligar a essas situações, apenas podes desvaloriza-las. Não merecem a tua atenção. Aliás eu tenho imensa admiração por quem trabalha num shopping. Eu já trabalhei. Imagine-se, estudei, tirei um curso e acabei a exercer essa profissão num shopping (sou optometrista, as óticas de shopping dão emprego a muita gente). E não é fácil... os horários e o "ambiente" de shopping dão-nos cabo da cabeça.

    Beijoooo

    ResponderEliminar
  4. Os meus empregos foram, durante anos, em atendimento directo ao público. Não imaginas o quão feliz fiquei quando comecei neste emprego onde o contacto não é directo! Há pessoas, muitas, que não dão valor a quem, como tu (e eu, quando trabalhava em shopping) está ali, no dia de Páscoa (e muitos outros feriados) com um sorriso e pronta a ajudar. Em vez disso vão para lá passear e sentirem-se no direito de fazerem de nós "escravos". Há que valorizar mais.

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente, as pessoas esquecem-se da importância que todas as profissões têm. E este preconceito continua a ser muito real :/

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente ainda é muito real esse preconceito. E é horrível!

    Beijinhos
    THAT GIRL | FACEBOOK PAGE | INSTAGRAM | TWITTER | YOUTUBE

    ResponderEliminar
  7. Ai, eu não diria melhor! Eu também trabalhei no domingo e apareceram imensas pessoas para comprar roupa. Obviamente têm esse direito e nem toda a gente tem que comemorar a Páscoa, mas e que tal aproveitar o sol para ir ver o mar ou simplesmente passar um domingo em família?

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar