terça-feira, 29 de agosto de 2017

10# Só se estraga uma casa



Esta frase durante muito tempo foi a minha frase. A minha e a dele.
E pensava nela com muita dor no coração. Dor, curiosidade e imaginação... imaginava o futuro, se seria com ele ou se sem ele. E quis Deus voltar a juntar-nos.

Só que... Deus, eu não pensava que, agora que estamos juntos, me desses um futuro tão negro. Mas é literalmente negro: há impressões digitais pretas por toda a casa [dele mexer no óleo do carro ou da mota]. E sim, nós pagamos a água e temos sempre água na torneira e sim, também temos trocos para comprar sabonetes. Mas não... Pelos vistos não é o suficiente. Porque há marcas de óleo em TODAS as divisões principais da casa. Posto isto resolvi que tenho de lhe dar duas coisas: umas luvas, para não sujar tanto as mãos e uns binóculos para ver onde raio (!!!) deixa as impressões digitais e limpar logo de seguida - que aqui não existem empregados de ninguém.

A sorte dele é que a maioria do óleo onde ultimamente ele tem andado metido é o do meu carro e por isso (e só por isso) é que eu não lhe saco uma fotografia às impressões digitais e ponho à venda no mercado negro! Brincadeirinha.

3 comentários:

  1. Ai, eu acho que me passava mesmo que fosse o meu carro! =p

    ResponderEliminar
  2. Confesso que soltei uma gargalhada ao ler o último parágrafo eheh :)

    ResponderEliminar