sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

9# Das boas teorias, que muitas vezes, não passam mesmo disso

Já repararam que passamos metade da vida em busca de fórmulas mágicas para combater problemas que são repetentes na nossa vida? Eu não sei se algum de vós já conseguiu tamanha façanha mas eu cá continuo a andar em circulos. Tanto que às vezes acho me apetece desistir. Não é desistir de acreditar (se bem que com o passar dos anos a vida ensina-nos a nao acreditar em tudo) mas também não sei bem explicar o que é.


Mas se formos desistir de tudo o que nos faz sonhar ou principalmente de tudo o que nos faz ter esperança, que andaremos nós então cá a fazer na vida? Não é melhor [bem melhor] sentirmos que tentámos do que não arriscámos? Fórmulas mágicas realmente não existem... mas será assim tão errado continuarmos em busca de algo melhor? É isso a que eu brindo esta sexta-feira: à vontade de mudar, à vontade de melhorar, à vontade de solucionar. 

9 comentários:

  1. Sem dúvida que é melhor um oops do que um what if... ;)

    ResponderEliminar
  2. Às vezes também fico desanimada, mas é sempre melhor arriscar. O desafio é mesmo manter uma atitude positiva!

    Blog Florescendo

    ResponderEliminar
  3. O meu namorado "critica-me" porque diz que nunca estou contente, quando consigo alguma coisa que queria, passo logo para o objectivo seguinte. Eu sei que sou assim e às vezes canso-me a mim mesma, mas não consigo ser de outra maneira, porque é como dizes, quero sempre melhor =P

    ResponderEliminar
  4. Sou frequentemente criticada por querer ser sempre mais e melhor, mas eu faço isso porque partilho a mesma visão que tu: acredito que o desafio da mudança e de querer ser sempre melhor é o que dá "pica" a esta vida!
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  5. Concordo plenamente contigo ! Por vezes é melhor arriscar porque podemos vir -nos a arrepender um dia mais tarde

    ResponderEliminar
  6. Contra mim falo porque, por vezes, deixo que os receios vençam a vontade de arriscar. No entanto, concordo totalmente contigo. E também acho que é preferível tentarmos (e percebermos que não resultou), em vez de nos ficarmos constantemente a perguntar «e se?»
    Brindo contigo a tudo isso!

    ResponderEliminar
  7. Sabes, já tive velhinhos em consultas que me contaram todas as peripécias das suas dúvidas e no fim aquilo que diziam era que tinham de tentar, para nao viverem no arrependimento. E eu às vezes sinto que perco coisas na vida por ter medo de tentar, ou de ser julgada ou de sei lá o quê. Ultimamente ando a esforçar-me para vencer alguns medos e mesmo que corra mal, ao menos sei que nao foi +por falta de tentativas
    Por onde anda a Sofia?-Instagram

    ResponderEliminar