quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Oh no.


Não sei bem se queria. Não sei bem se quero. Não sei bem o que é. Mas cá estão elas de volta, as borboletas, acompanhadas por uma uma vontade de ter sempre aqueles braços à minha volta.

10 comentários:

  1. O quanto eu gostava de voltar a sentir borboletas! Não tenhas receio :)

    ResponderEliminar
  2. A probabilidade de correr mal é maior que a de correr bem, mas se não tentares não sabes :)

    ResponderEliminar
  3. As borboletas chegam o medo chega com elas... Como eu te entendo... I'am in the same boat

    ResponderEliminar
  4. É uma sensação tão boa, não tenhas medo.

    ResponderEliminar